CONSCIÊNCIA DE POBREZA

image

Mensagem de Lisa Renee
15 de Janeiro de 2017  

Querida família em ascensão,

Como muitos de nós podemos estar sentindo, ao longo deste ano, provavelmente, veremos cada vez mais o colapso de antigos paradigmas e sistemas. Estamos em uma posição única, durante a bifurcação, para começarmos a colocar as sementes para o novo ciclo em nós mesmos. Este é um momento para nos perguntarmos o que realmente valorizamos, e examinarmos qualquer coisa que nos impeça de viver em alinhamento com esses valores. Nos próximos anos haverá oportunidades para que pessoas confiáveis ​​se elevem à liderança para ajudar a estabelecer as bases para co-criar sistemas globais humanitários. Este boletim vai dar um olhar mais profundo sobre as origens e manipulação da moeda, como os recursos são roubados e re-direcionados para agendas de anti-vida e escravização, e, por isso, a consciência da pobreza é uma das armadilhas preferidas da consciência.

É vital ter uma compreensão básica de como o sistema monetário foi projetado na Terra para funcionar como uma ferramenta de escravidão que aprisiona as pessoas no materialismo, no consumismo e na Consciência da Pobreza. O sistema de dívida com base na moeda, utilizada como o atual sistema monetário global, foi originalmente trazido à Terra pelo Grupo dos Alpha-Draconianos e de Orion. Essas entidades se organizaram na Terra na chamada Agenda do Sol Negro. Os Draco Reptilianos e o Grupo Orion se veem como as espécies mais inteligentes do Universo e acreditam que os humanos terrestres desceram de seus processos de semeadura biológica, dosmúltiplos planetas que eles conquistaram. Portanto, eles acreditam que os seres humanos, bem como a Terra, são a sua propriedade pessoal e instituíram o sistema de escravidão global através da doutrinação da moeda baseada na dívida. Deve-se estar ciente de que em muitos outros planetas, os sistemas monetários não existem, e que todos os habitantes nascidos no planeta são considerados cidadãos livres, com direitos iguais para se desenvolverem na sociedade global, que é organizada pelo sistema de governo daquele planeta. Um sistema planetário governado por moeda de dívida, em que se tem que pagar pelo seu abrigo básico, alimentação e cuidados de saúde desde o nascimento, é considerado um planeta prisão.

Portanto, quando uma pessoa não tem um contexto preciso para como o dinheiro, a moeda e a economia realmente funcionam e por que eles foram criados, eles não são capazes de discernir as muitas armadilhas da consciência que são criadas para o povo comum. Para que o Grupo Orion instituísse um eficaz sistema de escravidão humano, no qual permaneceriam escondidos no topo do esquema da pirâmide e tivessem o controle total sobre os bens da Terra, seria necessário que a maioria das massas fosse consumida por intensos temores de sobrevivência, ameaças e pobreza. Eles criaram a Consciência da Pobreza de tal forma a vitimizar os seres humanos em sistemas de classe ou castas, a fim de torná-los mais flexíveis e fáceis de manipular na prisão da consciência que eles ergueram ao redor da Terra.

A consciência de Pobreza está diretamente ligada ao planejamento social de uma raça escrava. É importante compreender que a consciência da pobreza não é natural para a raça humana e foi especificamente concebida para conquistar as mentes da humanidade, para aceitar a escravidão mundial e a guerra mundial. As pessoas que aceitam a consciência da pobreza como um modo natural de vida, tornam-se os fantoches que realizam o programa de escravidão para os mestres fantoches. A Consciência de Pobreza é formada a partir do conjunto de sistemas de crenças, sentimentos, atitudes e valores que as pessoas associaram aos seus medos pessoais de segurança, o que eles relacionam com a falta de dinheiro, ou a falta de aquisição de objetos materiais que exigem a sua sensação de segurança e Proteção. Quando uma pessoa sente que está indefesa, em perigo, ou ameaçada por forças imaginárias ou físicas, elas podem ser levadas a fazer quase tudo. Muitas vezes dispostos a cometer danos aos outros ou a se engajarem em ações imorais para garantir que eles recuperem a percepção de proteção pessoal ou segurança. Uma pessoa com um senso frágil de si mesma, que é totalmente dependente da validação do mundo material, pode se sentir mentalmente ameaçada à menor perturbação de sua bolha de realidade, assim elas são facilmente controladas pela mente. A Consciência de Pobreza é o principal ponto de pressão de vulnerabilidade enraizada em todos os seres humanos, entrincheirados no controle da mente da 3D do materialismo e, portanto, é explorada em todos os sentidos possíveis pelos controladores. É fácil observar as profundidades da degeneração que algumas pessoas estão dispostas a se submeter, para a aquisição de qualquer quantidade de dinheiro ou segurança percebida. É por isso que é a armadilha da consciência primária que está sendo estabelecida para a exploração humana em massa.

PROVOCANDO MEDOS DE INSEGURANÇA, DE AMEAÇA E DESAMPARO

É essencial saber que ao explorar a consciência da pobreza no controle da mente, a fim de manipular o materialismo nas pessoas, isso desencadeia o medo profundo baseado em sistemas de crenças em torno da segurança pessoal, proteção e autoestima. Muitas pessoas na Terra se sentem aterrorizadas por pensamentos obsessivos de pobreza e falta de moradia, mesmo quando isso não tenha acontecido com elas em sua vida. Esta lembrança pode se ligar a outras vidas, entretanto, ela se conecta diretamente à memória inconsciente coletiva de se sentir indefeso à invasão alienígena de plena escala que ocorreu na Suméria e no Egito. Como resultado, muitos humanos hoje têm uma necessidade patológica de encontrar alguma versão de segurança e proteção dentro do materialismo, para que eles possam gerenciar os sentimentos de terror pessoal inconsciente que são o resultado de se sentirem completamente desamparados quando em perigo. Como resultado da patologia materialista de se sentir seguro, quando as pessoas ficam obcecadas com a validação materialista para a segurança, elas também se tornam cada vez mais narcisistas, espiritualmente desconectadas e perdem sentimentos de empatia. Nas sociedades mais materialistas como os Estados Unidos, as pessoas fazem compras obsessivamente, compram quantidades excessivas de bens para aumentarem seus sentimentos de autoestima ou para se distrairem e não enfrentarem problemas desagradáveis ​​ou desafiadores. Os materialistas tendem a ignorar o fato de que a economia consumista global é estruturada para explorar a humanidade e drenar recursos planetários para lucro maciço para alguns poucos, enquanto aumenta diretamente a escravidão, a pobreza e o sofrimento na raça humana.

SISTEMA DE DÍVIDA DA ESCRAVIDÃO

A principal motivação do controlador é a de usar ameaças e medos de segurança pessoal, a fim de desencadear a insegurança nas pessoas, o que é usado como um grande mecanismo de manipulação e de controle da mente para incitar o materialismo excessivo. A fim de espalhar continuamente a consciência da pobreza na Terra, o grupo de Orion introduziu um sistema da dívida da moeda que equivaleria à escravização monetária com a escravidão da consciência. Isso garantiu que a promoção das guerras e do sofrimento humano se convertesse em enormes lucros para as classes dominantes. Eles precisavam das classes dominantes para levar a cabo sua agenda de escravidão, recompensando-os com enormes monopólios financeiros e corporativos, bem como o acesso a reservas de dinheiro ilimitadas. Assim, a venda da raça humana foi facilmente realizada por meio da ganância humana.

Assim, a engenharia social por trás da cultura da morte, visa especificamente a consciência da pobreza nas mentes inconscientes das massas, a fim de explorá-las de maneira que as tornem cúmplices de cometer crimes contra a humanidade. Através do controle mental usado para desencadear a consciência da pobreza e do vício ao materialismo em toda a mídia, as pessoas estão constantemente sentindo algum nível de medo, insegurança ou ameaça, o que os motiva a consumir e a comprar excessivamente. Estes mesmos sistemas de crença baseados na consciência da pobreza continuam a produzir crenças separatistas, perpetrando os ciclos de violência, ignorância, ódio, vitimização e padrões inimigos entre as pessoas da Terra. A consciência da pobreza é uma forma eficaz de promover as estratégias de divisão e conquista dos grupos para manter o seu controle sobre os recursos da Terra, encaminhando as pessoas para diferentes sistemas de classes de escravos. Como exemplo, as pessoas que fazem compras descontroladamente, para comprar quantidades excessivas de bens de consumo ou as últimas tendências, são as classes de escravos materialistas, que são escravos de objetos materiais que os mantêm trancados em armadilhas de consciência. Durante este tempo, é muito importante discernir a baixa qualidade das forças que estão por trás do impulso para o consumismo materialista. Ser capaz de ver as motivações não-éticas e nocivas do desenfreado Serviço de Controle de Mente de transmitir, e de ser capaz de limpar e de neutralizar medos de pobreza da consciência, de assumir o controle sobre sua vida, é especialmente importante neste momento.

Medos da pobreza estão enraizados profundamente na mente subconsciente e eles se manifestam na mente consciente como pensamentos e sentimentos baseados no medo sobre a segurança pessoal, que, por sua vez, manifestam-se e multiplicam-se ainda mais em medos de pobreza na consciência. Os medos de pobreza material foram programados mental e repetidamente na mente inconsciente das pessoas desde a invasão alienígena e são consistentemente reforçados desde a infância até a idade adulta, em toda a classe de escravos, emaranhados nos Pilares Controladores da Sociedade. Torna-se isto a realidade manifestada para essas pessoas, não importa a que tipo de recursos materiais eles realmente têm acesso. Muitas pessoas na sociedade ocidental aprendem a pensar que sem uma quantidade excessiva de coisas materiais, elas são pessoas sem valor. Não importa quanta riqueza ou dinheiro uma pessoa tenha, esses fatores não estão realmente relacionados com o estado de consciência da pobreza. Muitas pessoas têm uma abundância de coisas materiais e, no entanto, sentem uma profunda ansiedade que as impulsiona a acumular ainda mais coisas materiais. A consciência de pobreza é um estado baseado no medo, é uma doença baseada no trauma que existe nas mentes espiritualmente falidas, e não financeiramente falidas. Muitas das pessoas com enorme riqueza material existem em estados de consciência de pobreza e infelicidade crônica, incapazes de lidar com a pressão de manter a sua posição da classe.

FORÇANDO AS PESSOAS A PAGAR PELO SEU GENOCÍDIO

Um sistema de dinheiro de magia negra ou moeda controlada, foi estabelecido para monetizar a cultura da morte e é organizado por tais grupos a fim de manipular, exercer controle e escravizar os cidadãos da terra. Sistemas de moeda usados ​​como um meio de troca são gerados através de uma variedade de armadilhas anti-humanas na consciência, que são projetados para manifestar mais consciência de pobreza naqueles incapazes de discernir o que está realmente por trás do controle total da moeda global. Mais uma vez, nos níveis mais altos, não é humano e muitos dos recursos terrestres que ainda restam são canalizados para fora do planeta. Por milhares de anos, o planeta Terra foi extraído de todo tipo de recurso, substância mineral e elemento químico conhecido e ainda a ser descoberto, tanto por fontes de mineração humanas e alienígenas e suas máquinas. Alguns dos desertos e desfiladeiros maciços do deserto, considerados como naturais e declarados como monumentos nacionais e reservas protegidas, são, na verdade, o resultado de antigas pedreiras de mineração, agora desertas. Ainda hoje há grupos de dinheiro de magia negra que tentam obter a aprovação para retornarem ao Grand Canyon para fazerem a mineração do urânio, assim como os alienígenas fizeram no passado.

Hoje a capacidade de multiplicar dinheiro e lucros para aumentar continuamente a riqueza, é maior para aquelas pessoas nos setores financeiros que governam a economia através da corporatocracia (ou corporocracia, ou ainda “o governo das grandes empresas”) e que usam qualquer meio necessário para manter o controle total sobre a liquidez e o acesso ilimitado à oferta monetária global. Esses pequenos grupos de pessoas têm acesso a quantias incrivelmente grandes de dinheiro ou ativos líquidos e são propositalmente programados pela estrutura de controle do Grupo Orion para monetizar o sofrimento e a dor humana, forçando a maioria dos cidadãos do mundo a viver na pobreza e pagar pelo seu próprio holocausto genocida. A propaganda enganosa, a intimidação e o terrorismo são as ferramentas importantes utilizadas para impulsionar o programa global da escravidão da dívida, o que exige a participação de amplos setores da corporatocracia, dos bancos e da população mundial para ter sucesso. Os perpetradores devem esconder suas intenções assassinas das vítimas que pretendem dizimar. Eles geralmente se envolvem na criação de leis desumanas veladas pelo escrutínio público, que permitem os seus comportamentos criminosos, sem detecção óbvia.

A fim de evoluir além de um sistema fraudulento de moeda manipulada, enquanto a Elite de Poder é apoiada pelos grupos dominantes para lucrar com a destruição dos recursos terrestres, devemos entender como o sistema econômico atual foi criado para o domínio do mundo e a escravidão que monetiza propositadamente e recompensa o que produz o genocídio global. A estrutura econômica global anti-humana atual transformou a terra em uma terra devastada e tóxica, que está matando rapidamente muitas espécies. Os cidadãos da Terra devem despertar e deixar de permitir que essas corporações e aqueles que estão por trás delas, lucrem maciçamente com a perpetração do genocídio intencional na Terra.

A CONSCIÊNCIA DA POBREZA PRODUZ A INUTILIDADE

Os perpetradores usam os medos da consciência da pobreza para desencadear sentimentos de inutilidade na raça humana, a fim de levar as pessoas a consentir e serem cúmplices em cometer o genocídio contra sua própria espécie e planeta. Se os seres humanos só acham o valor no dinheiro e no materialismo, eles não têm nenhum valor colocado sobre a alma ou a vida humana, assim o genocídio de certos grupos é aceitável. A Consciência da pobreza é um estado de medo que é produzido por sistemas de crenças e atitudes que se formam em sistemas de valores que promovem o materialismo. É a associação torcida do valor, tecida em pensamentos e sentimentos que uma pessoa tem em relação ao dinheiro ou bens materiais. A consciência da pobreza não tem nada a ver com a quantidade de dinheiro, conforto físico ou bens materiais que uma pessoa tem. A consciência da pobreza está profundamente enraizada nos temores de vitimização, sobrevivência, insegurança e limitação, bem como nos temores de morte que incluem temores sobre nossa relação com Deus e o Universo.

Quando uma pessoa carece de base espiritual ou de força interior, os desequilíbrios energéticos mais comuns da personalidade, ou dos três chakras inferiores, desencadeados pelo controle mental de tais grupos, são os medos de sobrevivência e a consciência de pobreza. A consciência da pobreza é um programa de controle da mente, moldado pela engenharia social que é projetado para levar a humanidade a acreditar que somos inúteis e que existimos em um mundo onde não há o suficiente para todos. Quando as massas se concentram na inutilidade da vida humana e na falta de recursos necessários para ajudar todas as pessoas a prosperarem, isso significa que alguém está roubando os recursos e os acumulando para si. É completamente óbvio para todos verem os exorbitantes excessos de riqueza e recursos que recebem a Elite de Poder, continuando a impor a infraestrutura daqueles grupos para monetizar o sofrimento humano, manter as classes de escravos e tornar a terra um aterro tóxico.

O controle da mente tem sido tão eficaz ao longo de muitas gerações que muitos de nós nascemos em famílias que acreditavam que tinham de aceitar a pobreza e o abuso, ou que a riqueza não é espiritual, ou que tinham feito votos de pobreza. Além disso, a consciência da pobreza tem uma longa história na Terra desde a invasão daqueles grupos e, como tal, também mantêm impressões miasmáticas que foram transmitidas ancestralmente. A Consciência da pobreza é um sistema de crenças baseada no medo, que é semeado na baixa auto-estima que foi herdado, condicionado e reforçado pelo controle da mente em um padrão aprendido do cérebro, para aceitar agendas anti-humanas. O padrão de formas de pensamento recorrentes e crenças inconscientes em torno do medo da sobrevivência se formam em padrões de energia que projetam a consciência da pobreza, o que é usada como uma ferramenta para desencadear medos profundos de insegurança em torno da sobrevivência e da morte. Assim, os seres humanos são facilmente conduzidos à prisão da opressão espiritual controlada. Quando se pode ver como a consciência da pobreza é usada como uma ferramenta de massa para a opressão espiritual, a escravidão e a geração de medos irracionais, é mais fácil identificar quando está acontecendo e escolher reprogramar os medos conscientemente em comportamentos amorosos, para a própria pessoa e os outros. Uma pessoa não pode efetivamente mudar a consciência da pobreza e os medos de sobrevivência até que ela possa ver o seu mecanismo claramente e entender como ele está operando dentro de si mesma.

MATERIALISMO E CONSUMISMO

Quando nos tornamos mais conscientes de como a consciência da pobreza está sendo projetada nas mentes materialistas que alimentam e fortalecem a máquina da economia global do consumismo, podemos ver que um dos principais objetivos é manter os indivíduos sentindo uma pressão e uma preocupação constante em ganhar bens materiais e avaliar seu acesso aos recursos que se equiparam ao status pessoal, segurança ou poder. Ao direcionar especificamente e espalhar medos de consciência de pobreza projetados para gerar insegurança, dúvida e desespero nas massas, eles alimentam a deificação de valores materialistas em todo o mundo. Como resultado do planejamento social usado para deificar o materialismo excessivo como antídoto para a pobreza, o consumismo torna-se a principal religião mundial, o que capitaliza os temores de insegurança e sobrevivência nas pessoas, a fim de vender e comercializar continuamente linhas de produtos.

Os valores materialistas que alimentam as culturas de consumo glorificam e criam personalidades narcisistas que têm pouca ou nenhuma empatia por outras pessoas. As pessoas que são materialistas tendem a equiparar o seu valor, mérito e estima a sua riqueza acumulada, ao seu status e posses. Assim, elas também irão avaliar constantemente outros em uma escala de classe semelhante, a fim de equiparar outras pessoas como inferiores ou superiores a eles próprios, dependendo de quanta riqueza externa ou poder a pessoa tem. O materialismo é usado para manter sistemas de controle de classe e a estrutura hierárquica de poder que se baseia em quem tem todo o dinheiro, poder ou valor percebido. As pessoas que são materialistas tendem a ter comportamentos intensamente ambiciosos, competitivos, arrogantes e agressivos e estão profundamente preocupadas com questões de adequação pessoal. Assim, elas irão comprometer o comportamento ético e humano, a fim de acumular a riqueza e bens materiais que elas querem, a fim de se sentirem mais poderosas. Esse é o grande projeto na Terra, uma pessoa que deseja muito a riqueza e a validação externa da auto-estima, terá de jogar com os corretores do poder no jogo do grupo de Orion, a fim de obtê-lo. Isso significa que eles devem fazer o acordo ou pacto para desistir da soberania pessoal e, muitas vezes, prostituirem-se, por causa de quem está realmente controlando a estrutura financeira. A primeira coisa que essas forças escuras fazem é encontrar o ponto de pressão da pessoa ambiciosa e trabalhar para comprometer a integridade pessoal e arruinar a percepção espiritual, a fim de explorar os vícios e fraquezas através da chantagem psicológica e emocional. Uma pessoa viciada é uma pessoa de mente fraca que é facilmente possuída, portanto, é facilmente manipulada por seus impulsos incontroláveis, ​​até que ela se torna tão completamente corrompida, que o seu corpo físico é usado para satisfazer os caprichos das forças das trevas que estão controlando os seus vícios. Esta é a principal razão pela qual tantas pessoas materialistas se tornam incrivelmente inseguras e desesperadas para manter a sua riqueza e poder, elas são vítimas de seus vícios e indulgências pessoais que levam ao seu rápido declínio espiritual, o que exacerba comportamentos ainda mais antiéticos e criminosos.

Todo o sistema econômico atual baseia-se na comercialização em massa da psicologia do consumo e da compra de quantidades excessivas de produtos, desencadeando a consciência da pobreza e o materialismo nas pessoas. Não importa o que você compra ou como o compra, as corporações apenas querem que todos comprem, mesmo se você não tem o dinheiro e tenha que implorar, pedir ou roubar para continuar comprando os seus produtos.

A doutrinação materialista vem em muitos tons de intensidade, que são revelados dentro do sistema de crenças e de comportamentos inconscientes de uma pessoa. Quando uma pessoa fez dos objetivos materialistas o seu objetivo principal, é fácil observar como esse materialismo evolui nas obsessões do pensamento que dominam inteiramente suas percepções, atitudes e comportamentos no mundo externo. Materialismo é colocar os valores primários abaixo das posses materiais e do conforto físico, tornando-os muito mais importantes do que qualquer outra coisa, desconsiderando a importância de se concentrar nos valores espirituais, éticos ou humanitários. Os Controladores moldam continuamente a sociedade global na cosmovisão geral de suposições puramente materialistas, de que o que podemos ver na matéria é tudo o que existe, portanto, não há nada além da matéria. Se acreditarmos que o materialismo é a única verdadeira natureza da realidade, seremos facilmente levados a pensar que a busca de coisas materiais é mais importante do que qualquer outra coisa. Se uma pessoa acredita que obter coisas materiais equivale a sua sobrevivência pessoal, ela irá fazer qualquer coisa, dizer qualquer coisa, e potencialmente prejudicar, a fim de obter o que ela acredita que precisa para sobreviver ou para se sentir feliz.

Se o significado da vida tem a ver com o Materialismo, por que eu deveria tentar ter uma vida moral e ética? É muito fácil corromper e fragmentar a mente e a alma de um indivíduo materialista que está obcecado com a ganância egoísta e a busca da riqueza monetária em um sistema extremamente corrupto. Portanto, esta forma de pensamento egoísta é direcionada para as mentes da humanidade para espalhar a corrupção, a ganância e a consciência da pobreza na mente e no coração humano, o que acaba sendo prejudicial a todas as pessoas.

A Ilusão do Estado de Direito

O Estado de Direito é o princípio legal de que a lei deve governar uma nação de pessoas, igualmente, ao invés de ser governada por decisões arbitrárias feitas por aqueles com interesses egoístas para ganhar, como indivíduos que influenciam a sociedade, que estão em cargos públicos ou são funcionários do governo. O Estado de Direito implica que todos os cidadãos, independentemente da sua posição, classe ou riqueza, estão sujeitos à lei, incluindo os legisladores, banqueiros, agências de inteligência e políticos. Se considerarmos um debate inteligente sobre como o materialismo e o consumismo se tornaram a religião principal do mundo a um custo terrível para os menos privilegiados, é fácil ver o conflito de interesses que ocorre quando a busca do lucro e do consumismo materialista são confrontados com a Regra da lei. Quando uma sociedade se baseia na promoção da cultura consumista materialista a qualquer custo, sem considerar o valor da vida humana ou a vida na Terra, a corrupção maciça, o suborno e a criminalidade são resultados imediatos. Tudo o que se tem a fazer é seguir a trilha de enormes quantias de dinheiro, recompensas, ações criminosas e excesso de tóxicos para notar a falta de prestação de contas à lei. É uma equação de bom senso que é claramente evidente para qualquer pessoa que se preocupa em realmente observar o que está acontecendo no cenário mundial. Não existe um Estado de Direito, mas a ilusão é criada pela propaganda enganosa dos meios de comunicação, promovendo o sistema de crenças de que todos nós estamos sujeitos às leis que deveriam ser concebidas para nos proteger e proteger os recursos terrestres.
É muito fácil corromper e fragmentar a mente e a alma de um indivíduo materialista que é obcecado com a ganância egoísta e a busca da riqueza monetária em um sistema extremamente corrupto. Portanto, esta forma de pensamento egoísta é direcionada para as mentes da humanidade para espalhar a corrupção, a ganância e a consciência da pobreza na mente e no coração humano, o que acaba sendo prejudicial para todas as pessoas.

Como uma raça de pessoas que são propositadamente hipnotizadas pela consciência de sobrevivência e pobreza, olhamos para aqueles a que são atribuídos autoridade e com a suposta perícia de nos proteger, quando no esquema maior eles são, na verdade, uma parte da estrutura que querem nos matar. O sistema médico não nos quer saudáveis e bons, eles lucram quando estamos doentes. O sistema educacional não quer que conheçamos a nossa história real, ou como pensarmos de forma independente. O sistema bancário não quer que estejamos sem dívidas, pois podemos ser facilmente contolados quando estamos afogados em dívidas. Os meios de comunicação e a imprensa não querem realmente que busquemos a verdade jornalística, e ao invés disto, o que vemos são propagandas de patrocinadores. A religião não quer que falemos com Deus sem um intermediário e fornece uma longa lista de coisas a fazer e a não fazer, porque poderíamos nos envergonhar e irmos para o inferno. O ponto é que as massas não têm acesso à verdade de forma alguma. Suportamos teias complexas que invalidam a nossa orientação interna e interferem com o que nossa intuição baseada no coração nos diz. As leis são projetadas para aqueles nos mais altos escalões do poder que dirigem o sistema monetário de magia negra e governam a economia, empurrando e manipulando ao máximo o fluxo de caixa, de forma legal e ilegal. A realidade é que muitas pessoas estão ganhando dinheiro destruindo o que temos, monetizando o sofrimento humano e apoiando ações criminosas desenfreadas. A economia mundial baseou-se no processamento de lucros maciços resultantes de ações criminosas que aumentam a pobreza humana, a violência e a escravidão, ao invés de fazer o trabalho ético necessário para proporcionar uma economia de base humanitária, que compartilha o retorno da equidade, investindo nas pessoas.

ROUBO LEGALIZADO

A maioria das pessoas pode sentir que algo não está certo com a economia mundial e o sistema monetário. É claro que bem poucas pessoas recebem lucros enormes e uma riqueza inimaginável, enquanto a maioria das pessoas suporta crescentes lutas financeiras e pobreza. Cada sociedade na Terra criou alguma forma de moeda para a troca de valores, mas é o trabalhador de todos os dias que faz essa moeda realmente ter valor. Através de nosso tempo, energia, ideias e talento, do gasto de nossa energia é o que se converte em alguma forma de troca de valor que é representada pela moeda. No entanto, para o que nós trabalhamos, é avaliado para saldar dívidas, aumentando a dívida maciça que foi lá colocada pelos banqueiros da Elite do Poder para tornar a pessoa que trabalha e os seus filhos, servos contratados. O sistema básico de moeda americana é estabelecido sobre o aumento do déficit ou da crescente dívida maciça, o que em algum momento vai chegar ao seu ponto crítico e ao colapso do sistema econômico atual. A tensão do colapso econômico que se baseia no sistema monetário fraudulento não é algo a temer, pois percebemos que será necessário que a mudança na consciência ocorra. Este momento, em 2017, pode ser uma oportunidade para que as pessoas de confiança subam à liderança para ajudar a estabelecer as bases para co-criar um sistema econômico humanitário global que verdadeiramente apoie e invista em seus cidadãos. Precisamos de mais líderes que não sejam motivados por grandes quantidades de dinheiro ou de materialismo, mas que compreendam sinceramente que a criação da riqueza pessoal começa com o desenvolvimento do eu interior que sustenta. Devemos investir nas pessoas, em primeiro lugar. A partir desta importante base, uma nova moeda global ou fundo monetário precisará ser circulado, que não esteja nas mãos daqueles que foram responsáveis ​​pelo roubo legalizado ao longo dos últimos cem anos.

A Elite do Poder possui os maiores bancos do mundo e também são os acionistas que possuem o Federal Reserve (Sistema de Reserva Federal), que canaliza a riqueza da população trabalhadora para o governo e depois para o setor bancário com um grande lucro. O Federal Reserve não é uma agência federal ou está relacionado com o governo central, pois tem acionistas corporativos que recebem dividendos. O Federal Reserve é uma corporação privada com proprietários. Este é um sistema fraudulento que causa grande disparidade entre os ricos e a classe trabalhadora, é uma forma de escravidão da moeda usada para roubar a prosperidade do povo. O sistema monetário baseado na dívida fortalece e beneficia aqueles que criaram o roubo legalizado sob a aparência de um sistema econômico. Um sistema concebido para transferir todo o poder de compra para os bancos e o governo, deixando os trabalhadores com os encargos da dívida. O objetivo é confiscar a riqueza acumulada das pessoas e comunidades e encaminhá-la de volta aos que estão no poder centralizador, durante ciclos de depressão econômica controlada. Isto é, quando os banqueiros tomam a sua porcentagem do fornecimento do dinheiro e assumem o controle da propriedade sobre muitas empresas diferentes e ativos que são forçados na venda de mercadorias. São as comunidades locais que sofrem quando os recursos são sugados dos bairros e de volta ao sistema de poder centralizado de alguns grandes conglomerados corporativos.

Somos a maior ameaça para a sobrevivência deste sistema monetário corrupto e um público informado e consciente é o que pode desmantelar este sistema fraudulento, quando sabemos como ele funciona. Este sistema conta com o fato de que a maioria das pessoas não entende como funciona o nosso sistema monetário. No entanto, também temos de compreender que as pessoas por trás deste sistema fraudulento estão usando princípios de magia negra para manter a moeda circulando no poder. O sistema de magia negra que dirige a moeda é apoiado por aqueles grupos que querem manter a raça humana vinculada como servos e escravos por qualquer meio necessário.

DINHEIRO DE MAGIA NEGRA

A maioria das pessoas não está ciente de que o dólar e o papel em que está impresso são impressos com símbolos esotéricos ocultos que se conectam energicamente aos Portais da 4D e 11D e às antigas linhas do tempo egípcias desde o ponto da invasão alienígena, há 5.500 anos. Isto é para homenagear os Sóis Bélicos Luciferianos, reivindicando-os no sistema monetário como os progenitores ou proprietários da raça humana. Significa a profecia ou a promessa de que, no final do ciclo do tempo, eles retornarão à Terra para recuperar seus súditos e levá-los a outro planeta. O Portal da 11D está no Reino Unido e é onde existe o controle financeiro global centralizado, daí a sua relevância ligando-se ao significado codificado no papel moeda.

Muitos dos símbolos que são impressos em várias versões da moeda são creditados como símbolos maçônicos, e isso também é correto. No entanto, as Lojas Maçônicas associaram muitos desses símbolos e as fórmulas mágicas aos últimos ensinamentos da Ordem do Templo do Leste, de Aleister Crowley. O papel-moeda impresso em uma nota de um dólar é uma unidade de energia mágica que, de fato, é animada em um talismã mágico. Entre as moedas mundiais, o dólar americano foi criado para dominar financeiramente o mercado mundial, ativando as unidades de energia mágica que foram estabelecidas e organizadas por aqueles que pretendem dominar a riqueza global através de conexões mágicas feitas com as redes de Magia Negra. Essa informação foi compilada em um sistema organizado de magia negra na virada do século por Aleister Crowley. Aleister Crowley é uma figura chave na cooperação com aqueles grupos, a partir do contato com os alienígenas, com uma entidade chamada Aiwass feita no Cairo, Egito, em abril de 1904. Aleister Crowley acreditava que Aiwass tinha sido um dos Mestres Secretos da A.A. Crowley eventualmente também considerou Aiwass ser seu Anjo Guardião Sagrado.

Toda vez que tocamos dinheiro ou trocamos dinheiro, lidamos com Maldições Egípcias e Magia Negra anti-humana, que é projetada como uma armadilha da consciência no materialismo. Nascemos em uma estrutura baseada na dívida, que foi escravizada por algo antigo que esteve escondido de todos, mas está em toda parte, e não podemos fugir dela, porque ela se entrelaçou em todos os pilares da sociedade. Atualmente, os seres humanos não têm muitas alternativas em se desligarem totalmente a partir da necessidade de pagar as necessidades humanas básicas, de modo que o primeiro passo para nos capacitar é entender exatamente para o que esta moeda com base na dívida é projetado e nos recusarmos a estar em consentimento com as suas origens.

No entanto, é importante notar que este sistema de controle não é tão poderoso desde 2012, e grande parte da moeda de magia negra não é tão forte, enquanto eles perdem o controle sobre o território da Terra. Uma vez que compreendamos o sistema monetário e como ele funciona, poderemos nos libertar de sua magia negra e de seus efeitos negativos, sem sermos infiltrados pelo seu projeto. Em primeiro lugar, temos que desistir de todas as motivações baseadas no medo que servem ao materialismo e ao dinheiro como nosso deus, e colocarmos nossa plena confiança em nosso serviço espiritual e no relacionamento com as leis naturais de Deus. Quando nós nos conduzimos a partir de nosso coração, sabemos que como um subproduto de nosso serviço dedicado à lei natural, nós somos providos e podemos construir a prosperidade. Nós não nascemos naturalmente na consciência da pobreza, fomos programados para sermos um escravo e aceitarmos a consciência da pobreza. Nosso eu espiritual vem em primeiro lugar, e devemos viver fielmente a nós mesmos, a fim de nos libertarmos do medo da morte e do programa da escravidão na consciência da pobreza.

A IMPORTÂNCIA DA JUSTA TROCA DE VALORES

À medida que evoluímos para o novo paradigma e começamos a atualizar o significado por trás dos sistemas de troca de moeda e pagamento, estamos em uma transição para a evolução de um novo modelo econômico. Precisaremos começar a praticar esse modelo no nosso dia-a-dia, a fim de aplicá-lo de forma eficaz. É improvável que o conceito de moeda deixe de existir em nossa vida na Terra, então precisamos pensar em um tipo de moeda que honre e cuide da humanidade, além de incentivar o mérito pessoal, virtudes, especialização e qualidades éticas, enquanto apoia a Terra e coloca o valor mais alto na vida. Nos bastidores há moedas alternativas em jogo para garantir a estabilização global das economias das nações, ainda que a rivalidade nas cabalas denote a fúria sobre a perda percebida de território e poder.

Dinheiro ou moeda representa algo de valor, tanto em níveis energéticos e níveis tangíveis. O papel ou moeda não tem valor fora do que representa para essa sociedade. Dinheiro ou moeda traduz-se em alguma criação tangível, serviço ou empreendimentos que o recebedor do dinheiro gerou em uma troca de valor ao direcionar o seu próprio tempo pessoal e energia. O dinheiro representa o valor acumulado de serviços e contribuições que ajudam a assegurar o bem-estar integral da comunidade. Devemos espalhar esse valor e serviço aos outros, a fim de continuar circulando a energia do dinheiro para trocarmos com os outros, que também contribuem com o bem-estar geral da comunidade de suas próprias maneiras.

Quando valorizamos os seres humanos e o que eles contribuem, o valor é incorporado ao trabalho, serviço ou produto que é trocado. O dinheiro recebido deve representar a troca de valor justo desse trabalho. O dinheiro recebido representa o valor de seu trabalho, tempo, energia, talentos e contribuição, quando você gasta esse dinheiro você está deixando ir o valor criado e honrando o valor que outra pessoa criou. Trocamos o nosso valor pelo valor de outra pessoa e isto circula trocas de energia entre pessoas e sistemas de energia. Para funcionar a justiça, a conduta ética e a confiabilidade, é muito importante que haja uma distribuição justa de recursos entre todas as partes envolvidas, que se baseie no tempo e esforço realizados. A equidade em um sistema significa que há uma ligação direta entre o valor associado com as ações de uma pessoa e o valor associado às ações de outra pessoa. Todas as pessoas são partes componentes de todo o sistema de energia que é igualmente valorizado por sua contribuição, e isso é necessário para funcionar bem. Comunidades ou sistemas de energia nas organizações dependem da colaboração, cooperação e troca de valor justo, a fim de prosperarem como um recurso da comunidade e permanecerem disponíveis para aqueles que valorizam e participam com ela.

No atual sistema monetário baseado na dívida, a maioria das pessoas não tem valor próprio. Elas não têm valor ou apreço pelos outros ou pelo seu trabalho árduo, ou pelo tempo e esforço necessários para direcionar a energia e o esforço para algo que está sendo criado. Quando as pessoas não têm valor para a energia ou para os outros, pelo tempo e esforços, através da falta do próprio valor, elas se tornam vampiros de energia que drenam a energia e param o fluxo de circulação. Qualquer sistema de energia, como uma organização que tem muitas pessoas que são vampiros de energia ou se recusam a contribuir, e esse grupo não mantém valor pelos serviços ou não quer participar de uma troca de valor justo, o dreno total da energia pode matar a organização. A organização ou serviço se torna insuportável, com muitas pessoas que se recusam a circular uma troca de valor justo. É por isso que é fundamental eliminar os vampiros de energia e reeducá-los para além da consciência da pobreza para que aprendam a serem suficientemente competentes para se tornarem um membro produtivo da comunidade.

À medida que os seres humanos aprendem a desenvolver a competência emocional, eles desenvolvem a autoestima e podem, então, valorizar o tempo, energia e os esforços dos outros, a fim de contribuir. Este conceito energético é crucial para entender qualquer organização. Na atual mente da 3D, dar às pessoas coisas gratuitas, as quais não valorizam, é desastroso, drena recursos preciosos e é extremamente improdutivo. O componente-chave para a humanidade aprender nesta mudança econômica é apreciar a vida humana e os recursos naturais, ao mesmo tempo em que aprende a oferecer trocas de valor justo que contribuem para toda a comunidade. Para mudar o modelo econômico, temos que ouvir o que as pessoas precisam e não lhes dar coisas que não têm nenhum valor ou uso. Muitos dos políticos no poder estão totalmente fora de contato com o que as pessoas realmente precisam para ter um aumento da qualidade de vida. Quando nos orientamos a servirmos ao todo e cultivamos nossos talentos e agimos autenticamente, cuidando dos outros e aplicando esforço para melhorarmos, é um subproduto natural manifestar mais prosperidade e felicidade.

PROSPERANDO NA NOVA ENERGIA

À medida que nos afastamos das velhas estruturas anti-vida que permearam o sistema econômico, para avançarmos com sucesso, temos de transformar nossos valores pessoais nas formas com que trocamos nossa energia e nossa moeda. Temos a oportunidade de realinhar a moeda com o que realmente valorizamos, e direcioná-la de maneiras que apoiem a força vital, paz e prosperidade. Mesmo que tenhamos centavos em nosso nome, temos que nos valorizarmos e aos outros sem ressentimento ou amargura. Nós temos que aprender a força e a disciplina em manter o destemor no momento do agora, e não acumularmos coisas a partir dos medos da consciência da pobreza. Esta experiência de se sentir financeiramente inseguro, embora possa parecer aterrorizante, ensina-nos a aprender como sermos direcionados interiormente e cultivarmos a nossa ligação espiritual para nos impulsionar, em primeiro lugar. Se dominarmos este estado de incerteza, mantendo a paz e a calma, poderemos ouvir orientação e sermos conduzidos na direção certa. A paciência é necessária e o ego não está mais no controle.

A criação de novos formatos de moeda será explorada e desenvolvida muito mais progressivamente durante esta fase de transição. As mudanças recentes na nova arquitetura da energia desde o final de 2012, finalmente apoiarão a troca de energia equilibrada para aqueles seres humanos que sinceramente apoiam bens e serviços com valores de intenções humanitárias. Precisamos entender melhor a corrupção e o ritual satânico usados para controlar a oferta de dinheiro do mundo e anularmos conscientemente o seu controle sobre nós. Aprendermos a nos abençoarmos e abençoarmos o dinheiro, ao mesmo tempo em que mudamos os nossos valores sobre o dinheiro, é uma maneira poderosa de começarmos a mudar positivamente a distribuição da oferta de dinheiro que temos agora.

Existem algumas regras básicas comuns para entender, aprendendo que você será provido quando você se comprometer a servir aos seus valores espirituais através de uma orientação de Serviço aos Outros. Mesmo quando possa parecer deprimente e impossível no exterior. Às vezes você pode sentir que você está em um trabalho que não lhe permite passar seu tempo livre desenvolvendo seu conhecimento interior e clareza de si mesmo. Superar os medos da consciência da pobreza e eliminar os sentimentos de dependência do materialismo pode levar algum tempo. Tornar-se consciente de onde há pontos fracos, onde há a consciência de pobreza, é o primeiro passo para aprender a se fortalecer, para enfrentar esses medos e ir além deles. Reflita sobre como você pode criar a troca de valores com os seres humanos que valorizam a força vital. Reoriente-se e revalorize todas as formas de pensamento de pobreza como não suas, mas como controle mental reptiliano, a fim de criar uma raça de escravos. Substitua aqueles pensamentos por sentimentos e inspirações de liberdade, criatividade e potenciais humanos inexplorados, enquanto a força vital interna de sustentação se expressa através de sua mente, corpo e espírito.

Aqui estão algumas diretrizes a serem lembradas na criação de moeda de troca de valores na nova arquitetura de energia:

• Pretenda estabelecer uma clara troca de valores e um propósito claro em todas as relações profissionais e pessoais.

• Honre todas as transações que você faz como cenários que beneficiem a todos, em vez de um cenário de vencedor-perdedor.

• Seja destemido ao partilhar a moeda ou dinheiro em cada transação, mesmo que sejam contas.

• Desenvolva uma melhor capacidade de comunicação e abra o diálogo para uma clareza absoluta com os intercâmbios e expectativas que podem ser discutidos de antemão, entre as partes envolvidas.

• O pagamento dado é intencionalmente trocado pelo valor total de 100% da moeda transaccionada. Não desvalorize quem você está pagando ou o serviço e bens que você está pagando.

• Defina a intenção de receber moeda apenas aqueles que realmente o valorizam e o seu serviço.

• Abençoe e santifique todos os recursos que você tem, com um apreço pela Vida. Seja grato.

• Se um pagamento for recebido com energia negativa ou desvalorização, abençoe a transação a um valor de 100% e libere os cordões de negatividade entre as partes trocadas.

A forma como as trocas baseadas na consciência da pobreza eram comumente feitas no passado, como o vampirismo, vender a sua alma por dinheiro, engano ou manipulação para sugar algo de outro, não é tolerado. Usar um produto que você não acredita ou fazer um trabalho que não esteja alinhado ao seu desenvolvimento pessoal ou espiritual, será sentido como energia morta. Se não abordarmos a energia morta, poderemos ter consequências energéticas com essa decisão. Alcançar uma autoestima saudável e valor pessoal, alinhando-nos com metas dignas e inspirações da alma, é a nossa prática diária de revalorizarmos nossas prioridades pessoais. A boa notícia é que temos todo o apoio no Universo para nos ajudar a fazer essas mudanças profundas em um resultado favorável e amoroso. Devemos entender que estamos sendo convidados a levantarmos a barreira. Este ano irá aumentar a intensidade de transformar a velha ordem e isso irá direcionar a estrutura econômica e a oferta de dinheiro. Não deixe isso assustá-lo, fique desperto enquanto caminhamos pela Noite Escura no planeta, sabendo que esta é uma parte necessária da transformação. Reavalie as suas prioridades e revalorize-se.

QUANDO FICAR DIFÍCIL, CONCENTRE-SE NOS QUATRO PILARES

2017 será um ano intenso e poderá ficar mais agitado no cenário mundial. Como resultado, poderemos precisar criar uma pele mais espessa, mas mantermos a suavidade do nosso coração, com a prática de compaixão e empatia. A partir de todos os vários desafios que enfrentamos hoje como parte da raça humana, é claro que não temos um controle real sobre o ambiente externo, ou o resultado. Isto significa que devemos mudar todas as nossas prioridades para valorizarmos as partes internas e intrínsecas de nós mesmos, como as partes mais críticas para preservarmos e sentirmos a felicidade. Isso significa que muito do que podemos controlar é como pensamos e para o que nos movemos. A maior parte da nossa felicidade depende de nossas atitudes pessoais. Não importa quem somos e qual o nível de desenvolvimento espiritual que temos, todos os seres humanos podem se relacionar com esses pilares, a fim de lembrar como cada um pode encontrar a felicidade, ao ver ou experimentar o turbilhão pessoal ou global.

OS QUATRO PILARES PARA SER FELIZ:

EXPANSÃO: Concentre-se no crescimento pessoal para a autenticidade pessoal e tenha uma variação de experiências de vida para criar esta expansão.

CONEXÃO: Tenha relacionamentos humanos significativos e cultive profundas conexões em sua vida.

GRATIDÃO: Pratique o apreço e a gratidão pelo que você tem todos os dias.

SERVIÇO: Ser útil e fazer contribuições para o todo maior, faz uma diferença.

Felicidade e gratidão é uma atitude que todos nós podemos criar mais, a cada dia. Há muitas coisas que estamos enfrentando no mundo de hoje e em nossas próprias vidas que são desafiadoras e dolorosas. Este fato não tem que mudar a capacidade de nos sentirmos felizes todos os dias de nossa vida, mesmo ao vermos a grande cena. À medida que nos expandimos em nosso crescimento pessoal, começamos a sentir os sentimentos de conexão com toda a vida, e então podemos escolher ser gratos por podermos fazer uma diferença através do nosso serviço intencional ao todo.

LENTO,CONSTANTE E FÁCIL

Caberá a cada um de nós usar a nossa sabedoria e discernimento e realmente sentirmos onde novos níveis de mudança podem ser feitos em nossas vidas. Parece que haverá mais oportunidades neste próximo ano para fazermos trocas de valor que aumentem a qualidade e o valor de nossa vida, mesmo quando possa ter um tempo tumultuado em nossa vida. Temos apoio e temos a capacidade de aumentar o valor de maneiras que não tínhamos antes. Mesmo que não possa parecer assim no exterior, temos mais força vital disponível para usarmos agora. Termos gratidão pelo que temos ajuda a multiplicar o valor que trazemos para nossas vidas, e é uma parte de trocar e trazer mais valor a ela.

Haverá muito ruído e distração. Não seja vítima do serviço de autohipnose. O Serviço aos Outros está se tornando mais ancorado como a Lei da Estrutura no final de 2017. Compreenda que há o suficiente para todos e integre este entendimento na forma com que você encara as coisas. O que sempre estivemos fazendo para criar a renda, saber onde os tentáculos e as armadilhas estão, irá nos ajudar a evitar as armadilhas do drama e do medo. Seguir a Lei do Um e o Serviço aos Outros permite ao Universo retornar estes recursos para nós, onde não será possível, se estivermos presos nas armadilhas da consciência. Ao mantermos o valor pessoal e a integridade espiritual, e colaborarmos com as forças espirituais no próximo ano, tentemos não colocar quaisquer condições sobre como algo disto ocorre.

Por favor, aproveite somente o que for útil para o seu crescimento espiritual e descarte todo o resto. Grata pela sua coragem e ousadia de ser um buscador da verdade. Que possamos orar juntos pela Paz na Terra em 2017. Eu Sou Deus, Soberano e Livre!

Com um coração amoroso,

Lisa Renee
 
-…..—==I.=|=|..|=|=.I==—-…..-

Direitos Autorais: Lisa Renee
http://www.energeticsynthesis.com,

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s